segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

CARTADA VELHA


Embaralha o baralho
Mostra a carta conveniente
Assim faz a serpente

Enrosca no arame
Para que lhe chame
Mas não há atalho

Arma os ninhos
Esperando ovinhos
Mas só nasce vexame

E chega o enxame
No seu zum zum zum
Enche tudo de pum

Está feita a festa
De tudo que não presta
E culpa vizinhos



Google+ Followers