segunda-feira, 5 de novembro de 2012

AS PEDRAS






Se as pedras falassem  comigo uma vez pelo menos
 O céu  ficasse mais azul quando eu carente estivesse
As montanhas olhassem pra mim uma vez de longe,
O mar  arremessasse  uma onda linda e me molhasse,

As flores se abrissem quando eu passasse  triste
Se o vento soprasse em meu rosto carente
E as nuvens se abrissem pra mim pra me acalentar
O céu ficasse mais azul quando eu triste estivesse
Voaria a procura de mim quando perdida  andasse

As árvores soltassem suas folhas pra me aquecerem
Se as águas dos rios não desaguassem no mar
O mar seria só mar sempre, e me deleitaria nele
O rio esperaria que eu voltasse á mergulhar e nadar
O sorriso poderia voltar,  eu voltaria a felicidade encontrar

MENDUIÑA




Google+ Followers