domingo, 14 de outubro de 2012

MEU CORAÇÃO


Senti saudades de mim!
Abri as arestas do peito, rasguei o coração,
Gritei pro mundo minha aflição...
Quebrei as correntes que havia;
Vi as dores que fizeram nele, pobre coração!
Doía tanto que já não suportava a bagagem 
Que carregava;
Fui retirando as podridões que nele existia,
Uma a uma, deixei apenas as que me fazia bem:
Uma delas a mais importante..O AMOR,
Toquei nesta obra preciosa com carinho,
Acariciei e com delicadeza devolvi,
Vai ficar guardado, o melhor que há em mim...
Este AMOR que divido com todos.

MENDUIÑA 


 


Google+ Followers